a evolução da estamparia

uma história das técnicas até a chegada da estamparia digital


estampar é a arte de transferir um desenho para um tecido, superfície ou qualquer outro tipo de material. pode parecer simples, mas existem diversas técnicas para se fazer isto - olha só a história que levou à estamparia digital, técnica que a kalaii tanto usa por aqui:


1. pintura com corantes naturais

antiguidade

não foi no tecido que a estamparia começou: a pintura sobre a pele e couro com corantes naturais - como o barro - foi o que deu início a essa arte. aqui, paredes também se tornam superfície para a estampa.




2. blocos de madeira

idade média

se no começo as pinturas eram feitas com as mãos, neste momento os blocos de madeira transformam-se em carimbos - recebem a tinta e são usados para estampar o desenho sobre o tecido, principalmente o linho.

3. estêncil

idade média

por meio do recorte de um molde vazado a partir de diferentes materiais e a sobreposição de várias lâminas, uma para cada cor, se forma um desenho por onde a tinta passa. só mais tarde é que surgiram os pincéis.



4. batik

século XVI

vinda do sudeste da ásia, nesta técnica a cera derretida é aplicada sobre o tecido de algodão e, em seguida, o tingimento é feito com pincel. como se formam várias camadas protegidas por cera, só algumas partes são tingidas e o efeito é uma diversidade de cores e tons. outra característica desta técnica são as ranhuras, da quebra da cera no processo.

5. cilindro

século XVII

contemporâneo aos adamascados e as sedes com pequenas figuras, esta técnica do cilindro marcou a história da estamparia. a partir daqui, o cilindro se torna instrumento importantíssimo, que dá origem a uma grande revolução na estamparia têxtil por sua eficiência e possibilidade de estampar em maior quantidade.



6. serigr